arquivo

Paula Alessandra dos Santos

Não dá para negar, tem trabalhos que ganham um espaço especial no coração! Eu, ainda bem, sempre acabo me envolvendo com um deste tipo.

Minha paixão do momento é um livro infanto juvenil chamado “Vento no Rosto” e o projeto tem como tema a educação sem violência.

A história  é uma criação coletiva de 12 meninos e meninas com idades entre seis e 13 anos da comunidade da Maré, todos participantes do projeto Esporte, Cultura e Cidadania da Fiocruz, que é desenvolvido pelo Promundo, com financiamento da Save the Children.

O conto aborda questões como obediência, punição, deveres, direitos e obrigações de cada membro da família e o diálogo entre eles. “Nossa ideia é que o livro seja um instrumento de diálogo entre pais e filhos. Entendemos que as crianças são sujeitos de direitos, o que não significa pensá-las como pequenos adultos, mas considerar seus sentimentos, desejos e percepção do próprio mundo. Esperamos que os adultos percebam que as crianças têm ideias que precisam ser levadas em conta quando se trata de decidir os rumos de sua própria vida”, explica Letícia Serafim, coordenadora de comunicação do Instituto Promundo e uma das redatoras do livro.

Eu fui chamada pela Letícia para dar cores e formas a esta linda história. Confiram abaixo o resultado:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

ImagemImagemImagemImagem

 

1 2 3 testando…, upload feito originalmente por paulicasantos.

Desenho para Almanaque Retratos e Relatos do Maranhão

Estou trabalhando a algum tempinho em um projeto gráfico para o Almanaque “Saberes do Maranhão”. O primeiro passo do processo de construção deste projeto veio a partir da demanda de um almanaque para Adultos, que estão são sendo alfabetizados por meio da pedagogia freiriana. Um tipo de pedagogia que respeita os saberes dos alunos, onde não existe professor e aluno, mas sim um processo de construção coletiva do conhecimento.

A idéia inicial era desenvolver dois projetos gráficos, um com destaque para o folclore da região e outro com destaque para a natureza. Houve então uma votação entre os educandos do projeto para decidirmos qual era linha a ser seguida. A opção que eles mais gostaram foi a das belezas naturais, mas para minha surpresa e alegria também,  mesmo este projeto veio cheio de sugestões que eu não saberia fazer sozinha,, mesmo tendo feito uma vasta pesquisa.

Abaixo está o novo estudo de desenho com as alterações sugeridas pelos educandos: babaçu, quebradeiras de coco, sabiá, pescador, dunas, viola, casas com telhados feitos com palha do babaçu, caranguejos, festa junina e o boi.

Estou aprendendo muito neste processo criativo compartilhado 🙂

Aqui está só o desenho, a capa pronta posto quando finalizar.

Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã
A faca e o queijo
Ou talvez… um beijo teu
Que me empreste a alegria… que me faça juntar
Todo resto do dia… meu café, meu jantar
Meu mundo inteiro…
que é tão fácil de enxergar… E chegar

Nenhum medo que possa enfrentar
Nem segredo que possa contar

Enquanto é tão cedo
Tão cedo

Enquanto for… um berço meu
Enquanto for… um terço meu
Serás vida… bem vinda
Serás viva… bem viva
Em mim

Será que a noite vira num vilarejo
vejo a ponte que levara o que desejo
admiro o que há de lindo e o que há de ser… você

Enquanto for… um berço meu
Enquanto for… um terço meu
Serás vida… bem vinda
Serás viva… bem viva
Em mim

[Realejo
Composição: Fernando Anitelli / Danilo Souza]

Estou fazendo uns estudos de ilustrações para a Capa do Almanaque “Saberes do Maranhão”.

Seguem alguns dos Estudos.

Projeto sendo desenvolvido para o IPF

http://www.paulofreire.org

A artista Claudia Helena, dona do flickr Brincadeira de Papel ( http://www.flickr.com/photos/claudiahelena/3382049195/ )aceitou o desafio de transformar um de meus desenhos em escultura. Hoje ela me mandou a foto do resultado. Adorei!!!! Acredito que essa parceria ainda vai longe.